DEBATER E TRABALHAR. COM MUITO PRAZER

DEBATER E TRABALHAR. COM MUITO PRAZER

Postado em:
Blog - Curiosidades
- 10/05/2021 19:02:50

A alegria nos jogos e nos treinos transbordou para a concentração, ainda mantida. Mas ela ia além: vários jogadores se juntavam para sair à noite e havia aqueles que se frequentavam, levando mulheres e filhos para casa de um e de outro (aí incluídos os médicos Luís Carlos Campos e Léo Vilarinho). Adílson lembra: “Daniela, Regina e Rose, minha esposa, do Sócrates e do Wladimir, respectivamente, e os nossos filhos mais velhos, Duílio (hoje presidente do Timão) e Rodrigo, comandavam as famílias, que iam juntas a todos os jogos. Gabriel, filho do Wla, era bebezinho, ia no colo. Éramos muito amigos, unidos, uma verdadeira família, e nos divertíamos nos jogos, convivendo, passeando, nos visitando...” 

Não havia mistério, mas a imprensa acompanhava com desconfiança os movimentos daquele Corinthians, embora as críticas ainda fossem tímidas. Pelo menos enquanto o time estivesse ganhando... Nas oitavas, o Corinthians eliminou o Bahia com um empate e uma goleada por 5x2. Depois pegou o Bangu e passou para a semifinal. Mas, contra o Grêmio, a derrota em casa por 2x1 abriu caminho para a eliminação. E o 3x1 em Porto Alegre interrompeu a trajetória vitoriosa em campo. 

O quarto lugar na Taça de Ouro transformou o Corinthians numa das equipes mais fortes do país.

Créditos das Fotos: Gazeta Esportiva / Acervo Gazeta Press
Texto: Adilson Monteiro Alves

Quer saber mais? 
Assine o Timão Box e receba em casa o livro sobre a Democracia Corinthiana. Além do livro, um par de ingressos para o Memorial e itens exclusivos.
www.timaobox.com.br